sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Morro do Chapéu : um jardim natural na Chapada Diamantina (BA)

A região da Chapada Diamantina é composta por serras, lindas cachoeiras, flora e fauna belíssima.  Isso todo mundo sabe. Mas o que muita gente esquece ( ou não sabe) é que esta região é composta por 24 municípios e não se resume a Lençóis, Mucugê ou Palmeiras. Existe o lado da Chapada Norte que inclui o município de Morro do Chapéu que possui uma beleza sem igual. Já escrevi um roteiro em Morro do Chapéu com as principais atrações. Agora, destaco uma das principais atrações deste lugar: a flora.
rosa do deserto à esquerda



Parque Nacional Chapada Diamantina


O Parque Nacional da Chapada Diamantina foi criado em 16 de setembro de 1985, através de um decreto federal, com uma área de 152 mil hectares na região da Chapada Diamantina, abrangendo apenas os seguintes municípios: Palmeiras, Mucugê, Lençóis, Ibicoara, Andaraí. A administração cabe ao Instituto Chico Mendes ( ICMBio). 

Parque Estadual Morro do Chapéu


Notamos que há outros municípios que fazem parte da Chapada Diamantina, mas não estão inseridos no Parque Nacional. Assim, em 17 de Agosto de 1998 por decreto estadual,  foi criado o Parque Estadual Morro do Chapéu objetivando proteger áreas ambientalmente relevantes. O Parque está inserido no município de Morro do Chapéu, na região do Piemonte da Chapada Diamantina, na bacia hidrográfica do Rio Paraguaçu. Possui uma área estimada de 46 mil hectares. A administração cabe a Secretaria do Meio Ambiente da Bahia (SEMA).

E nada mais justo a criação deste Parque Estadual, pois neste município já foi catalogado 543 nascentes, um acervo geológico incrível, sítios arqueológicos com pinturas rupestres, grutas, e uma diversidade de vegetação que forma um jardim natural composto por orquídeas, bromélias e cactáceas.



Praticamente em qualquer trilha/passeio que fizermos em Morro do Chapéu vamos encontrar espécies raras e belas. Mas estas nós vimos quando fizemos a trilha para a Cachoeira do Agreste, Cachoeira Ferro do Doido e pro Morrão.













E estas flores aqui foram tingidas?





E cacto dá flor também né?





cacto xique xique
E tem cacto que parece árvore e árvore que tem barrigão, rsrs


a barriguda

E estas são as mais admiradas aqui na Chapada: a sempre viva que parecem flor de papel crepon e as bromélias ( foto superior).

Para não dizer que não falamos da fauna, vimos um lindo carcará, as borboletas verdinhas e uma linda cobra caninana ( que popularmente falamos cainãna).



Neste vídeo aos 1 min e 30 segundos, você assiste a este momento incrível! rsrs:



Orquidários em Morro do Chapéu


Se durante as trilhas você gostou de alguma espécie de flor ou cacto, talvez os encontre em um dos viveiros da cidade. O guia Gilmar Novais nos levou em dois, porém um estava fechado. O primeiro fica numa rua ao lado do Morangão. Se eu não estiver enganada, é uma cooperativa. O outro é o Arte e Planta, da Dona Maria. Fica ao lado do caldo de cana Roda d'Água e às margens da BA-052 ( Estrada do Feijão), muito fácil de achar.



as suculentas


esta flor só abre a noite
Compramos cactos e eles continuam lindos em casa. O cacto da minha irmã deu até flor. Uma muda da rosa do deserto custa a partir de 30 reais ( a da foto do início do post custava esse valor).

SUPER DICA: contrate um guia para conhecer esta região, e o nosso indicado é o Gilmar Novais, ele simplesmente entende tudo da região. Contato: 074 99991-6489 - Whatsapp. E para saber como chegar, onde ficar, onde comer em Morro do Chapéu, confira abaixo.


Conheça Lençois - onde comer e onde ficar
3 dias na Chapada Diamantina com a Agência Daniel Adventure
Roteiro de 5 dias na Chapada Diamantina de carro

Siga o Vaneza com Z em:


O blog Vaneza com Z não possui parceria/ convênio com uma das empresas/ serviços citados no texto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...