INÍCIO Bahia Chapada Diamantina: Onde comer e onde ficar

Chapada Diamantina: Onde comer e onde ficar

Passei três dias incríveis na Chapada Diamantina e gostaria de compartilhar com você três dicas bacanas: duas são de locais bons e baratos para comer e uma de um hostel super bacana que fiquei nestes três dias.

 

 


ONDE COMER

Rua da Baderna

Quem já foi à Lençois sabe que a variedade é imensa. Como pode uma cidadizinha daquela abrigar, em poucos metros quadrados, tantos restaurantes que vão do chique ao simples? Do caro ao barato. A Rua da Baderna  é a mais conhecida e frequentada, principalmente por estrangeiros. Ali se concentra muitos restaurantes, porém mais caros. Para quem viaja só, há um certo desconforto em sentar-se sozinho numa mesa na rua para comer. Por isso, a minha dica é:

 
Havia pesquisado sobre este café na internet e curtir a fanpage. As mesinhas na rua de pedras dão um charme ao momento, são várias especialidade de café, comida vegetariana, sem glúten e sem lactose, massas e crepes com bordas crocantes.

 

A decoração do espaço é bem aconchegante, preferir ficar do lado de fora, onde tem mesas e cadeiras de madeira, mas que devido a ondulação do chão, o prato escorregava pela mesa, rsrs…para me distrair, olhava a movimentação de duas crianças logo a frente.

Um crepe com borda crocante pra ninguém botar defeito…hummm

 

 

Sopa de abóbora para aquecer…

 

Cold brew (café gelado)

Os cafés da Chapada Diamantina são internacionais e com várias premiações pelo mundo afora. Um deles é o café orgânico Latitude 13, cultivado na cidade de Ibicoara e consumido pelo Vaticano, em Roma. Na Café do Mato, você não encontra o Latitude 13, mas tem outras marcas muito boas e uma degustação especial com explicação de um barista e tudo mais.

Cardápio:
Crepes de R$28-29.
Sopa R$18
Cold Brew (café gelado) R$10

Aceitam cartão de crédito e débito.
 
Telefone: (75) 9229-9895
Fanpage: Café do Mato

 

 

 
Fica ao lado do Café do Mato e este fato me fez não experimentar mais nenhum outro restaurante em Lençóis. Preguiça mesmo, rsrs. Os dois me satisfizeram em gran manera.

 

O Sabor da Serra serve pratos feitos na hora. Um local simples, mas com excelente atendimento e comida muito boa. O prato que escolhi é a foto no início deste post.

Uma coisa super natural e chique ao mesmo tempo em Lençóis

 

 

Cardápio:
Moqueca de Camarão por R$50
Yakissoba de R$19-30
Frango com Molho de Abacaxi R$27

Este dois endereços estão um ao lado do outro, e ficam atrás do Correios, não tem erro, todo mundo conhece. Além disso, praticam um preço justo.
 
ONDE FICAR
 
Minha opção foi o Hostel Chapada. A diária ficou a 66 reais em quarto quádruplo feminino, com ventilador, mas nem precisou ligar, e banheiro reservado. A hospedagem sempre limpa e arrumada e meu destaque vai para o café da manhã: excelente! Até bolo integral de aveia sem farinha de trigo tinha, muito bom mesmo.

 

 

Wi fi funcionava relativamente bem. Dentro do Hostel tem uma agência de turismo , e quem vende os passeios é uma argentina chamada Cláudia.
 
Sair de Salvador, na quinta, no ônibus da Empresa Rápido Federal (Real Expresso) ás 23:30 e cheguei as 5h da matina. A agência Chapada Adventure Daniel realizou o transfer até o hostel. O check in é a partir das 10 ou 11h. Assim, guardei minha bagagem na recepção, dormir na rede, tomei café e banho, e as 8h o transfer da agência veio me pegar para fazermos os passeios. Por este café eu paguei R$15 a parte.
 
A única reclamação que tenho do hostel foi o fato da recepcionista do segundo dia não deixar usar o notebook da hospedagem alegando que tinha coisas do hostel e que ela não ia se responsabilizar. Eu precisava do equipamento, apenas, para transferir as fotos da câmera para o pendrive. No dia anterior, o pessoal tinha gentilmente cedido o notebook, mas esta senhorita problemática, não.
 
E deixo uma dica para você que quer conhecer a Chapada saindo de Salvador, mas só tem um final de semana: vá de ônibus no horário de 23h e curta um fim de semana por lá, e volte no horário de 23h, do domingo, assim você já economizou 2 diárias. A viagem é tranquila com apenas duas paradas.
 
Se você quiser comentar, é simples e fácil: use o perfil anônimo e assine seu email, desde já agradeço!

Siga o Vaneza com Z em:

Pinterest
Facebook
Google+
You Tub

O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com as empresas/ serviços citados no texto.

2 COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário:

Por favor, comente!
Coloque seu nome

3,551FansLike
688SeguidoresSiga-me
526SeguidoresSiga-me
115InscritosInscreva-se

MAIS VISTOS

Dunas do Velho Chico, uma praia em Casa Nova Bahia

Dunas do Velho Chico fica na cidade de Casa Nova, região do Vale do Rio São Francisco, na Bahia. Anteriormente, a cidade de Casa...

Praia das Neves em Ilha de Maré – venha conhecer!

A Praia das Neves em Ilha de Maré é uma boa opção para quem quer passar o dia numa praia com águas claríssima e...

Como chegar em Boipeba na Bahia: carro, ônibus, barco e avião

Boipeba é um dos paraísos baianos mais cobiçados do Brasil, mas muitos desistem de colocar no roteiro pois acham complicado o trajeto até lá....

Ilha dos Frades: não deixe de conhecer!

Este é um destino obrigatório para quem vem à Salvador e gosta de praia. A Ilha possui uma praia com bandeira azul, que é...


ROTEIROS DE CARRO

Roteiro Ilha de Itaparica na Bahia – 4 dias

Agora sim! Depois de apresentar cada lugarzinho lindo da Ilha, vamos ao nosso roteiro pela Ilha de Itaparica. Mas lembre-se que não é necessário...

Itaparica na Bahia – atrativos culturais e naturais

A Ilha de Itaparica na Bahia, fica pertinho de Salvador e é famosa por suas belezas histórica e natural.  Além disso, é possível fazer...

Roteiro alternativo pelo Vale do São Francisco: praia, lago, uvas e bode!

Se você deseja muito conhecer o Vale do São Francisco e aproveitar o melhor que a região oferece e gastar pouco, este post é...

Aracaju – O que fazer em 2 dias

Aracaju tem a fama de possui a orla mais bonita do Brasil, a orla de Atalaia. E não  é propaganda enganosa não. De fato,...