quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Ibotirama/ Bahia: uma boa opção de parada na BR 242

Vamos para mais um roteiro de carro pela Bahia? Desta vez, vamos conhecer algumas cidades do Vale do São Francisco que infelizmente não são divulgadas e possuem atrativos interessantíssimos e uma cultura popular fantástica. É a Bahia que descobrimos com mente disposta e coração aberto. Além de Ibotirama, teremos outros posts com as seguintes cidades: Barra ( do Rio Grande), Xique Xique e Morro do Chapéu.





A cidade de Ibotirama fica a 658 km de Salvador e para chegar até lá gasta-se entorno de 9h. Fizemos uma parada para almoço em Seabra. Confira o trajeto no mapa abaixo:



de carro saindo de Salvador: BR 324, BA 052 (Ipirá), BR 242.
de carro saindo de Barreiras: BR 242
de ônibus saindo de Salvador: Real Expresso ( Rápido Federal), Viação Novo Horizonte (71) 3450-2224/ 5557) e talvez a Emtram (71) 3450-5239 (71) 2221-4337 0800-550220

A BR 242 é temida por ter um tráfego "intenso" de carretas e alguns trechos não possuem acostamento, no entanto, há muitos retões que permitem ultrapassagens seguras, por tanto não se assuste nem fique temeroso de enfrentar esta rodovia. Dirija com atenção e prudência respeitando a sinalização e os demais motoristas.

Aliás, o trajeto de Itaberaba até Ibotirama é muito bonito. A paisagem é belíssima. A condição da estrada é boa, não devendo nada para estradas americanas (estive na Califórnia, aluguei carro e dirigir com uma amiga por 7 dias de Los Angeles até São Francisco).

Neste vídeo eu mostro um pouco das rodovias baianas que nós transitamos  epço desculaps por alguns erros de grafia:




Há várias opções de hospedagens às margens da BR 242. Isto não significa que sejam hospedagens ruins ou para outras finalidades. São hóteis bons e estruturados. Ficamos no Plaza Hotel que possui piscina e restaurante. Isto é fundamental para quem quer descansar e não quer ter trabalho ( ou não tem tempo) para encontrar um local para comer.


Algumas opções:

Hotel Plaza -77 3698.1574
Pousada Portal do São Francisco - 77 3698.1432
Glória Palace Hotel - 77 3698.1107
Serra do Rio - 77 3698.3080
Velho Chico - 77 3698.2230
Atlanta Hotel - 77 3698.2604



Se você programa uma viagem para o Oeste baiano, ou vem de Brasília ou vai passar pela BR 242, vale descansar aqui e conhecer os seguintes atrativos. Mas antes, um pouco de História segundo a Wikipedia ...:

A região do Vale do São Francisco era ocupada por várias populações indígenas, dentre elas os tamoios, cataguás, xacriabás, aricobés, tabajaras, amoipira, tupiná, ocren, sacragrinha e tupinambás. Especificamente em Ibotirama, acredita-se que o grupo indígena predominante era formado por tuxás.

A exploração das terras ocorrem nos séculos XVI e XVII através de Antônio Guedes de Brito , e posteriormente por sua neta, Joana da Silva Caldeira Pimentel Guedes de Brito que possuía a Fazenda Bom Jardim.

Ibotirama foi fundada como arraial em 1732, na Fazenda Bom Jardim, e servia como ponto de passagem de boiadeiros e tropeiros que faziam a travessia do Rio São Francisco. Ali, encontravam um lugar para descansar, pois a fazenda localizava-se à margem esquerda do rio.

Cais da cidade




Ponte sobre o Rio São Francisco



Praça Matriz


É tudo perto, você pode ir caminhando.


Descobrimos que de Novembro a Fevereiro é época da piracema, subida dos peixes para reprodução. E nesta época é proibida a pesca comercial. Queríamos muito apreciar alguns peixes da região como: curimatá, tambaqui, piau, surubim, e outros. Fomos no Bar do Giló por volta das 18:30, mas ainda estava fechado e não tinha surubim nem tambaqui. Ele disse que só abriria a partir das 19h. Saímos pelas ruas em direção a BR e encontramos um bar de esquina que vendia uma variedade de espetinhos na brasa: queijo coalho, carne e/ou frango com bacon, calabresa, etc. Comemos e seguimos para o hotel e provamos uma deliciosa moqueca de surubim. Alías, na época da piracema, praticamente só os hotéis possuem peixes como o tambaqui e surubim.



A Bahia vai muito muito além de Porto Seguro, Morro de São Paulo e Praia do Forte. Estas são apenas as beiradas da nossa cultura. Literalmente, as beiradas. Existe uma Bahia produtiva, de geografia única, cheias de preciosidades e de pessoas guerreiras. Existe uma Bahia fora da mídia, mas que representa a realidade brasileira. Uma Bahia que quebra nossos paradigmas, derruba nossos pré conceitos e que nos mostra o outro lado da moeda. Uma Bahia que quanto mais desbravamos, mais questionamos e nos indignamos. Mais perguntamos e poucas respostas encontramos. Aliás, existe uma Bahia que nos cala e nos faz ouvir mais. Que nos coloca na posição de eternos alunos. Uma Bahia que nos entristece e aos mesmo tempo nos apaixona.Existe uma Bahia que te faz pensar: como eu nunca soube disso?!! Por tanto, conheça mais a Bahia!

E o roteiro desta viagem foi:


Daqui seguimos para Barra e vou mostrar um pouco desta cidade no próximo post.


Conheça Dunas do Velho Chico
Salvador a Recife de carro ( inclui Alagoas e Sergipe)
Salvador a Caraíva de carro ( inclui Barra Grande, Canavieiras, Arraial d'Ajuda)
Salvador a Canudos de carro ( inclui Caldas do Jorro)
Salvador à Chapada Diamantina de carro ( inclui Ibicoara e Lençóis)

Siga o Vaneza com Z em:


O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com uma das empresas/ serviços citados no texto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...