INÍCIO Destinos Internacionais Castelo de Versailles na França - visita com áudio guia, jardins e...

Castelo de Versailles na França – visita com áudio guia, jardins e preços

O Castelo de Versailles na França pode parecer um programa bem turístico. De fato é, mas não é a toa, pois este monumento representa as diversas fases políticas da França, a saber, o Absolutismo, a Revolução Francesa e os Impérios. Sem medo de errar, é uma visita imperdível!

VISITA COM ÁUDIO GUIA NO CASTELO VERSAILLES

Em 2019 fui pela terceira vez ao Castelo e a cada visita aprendo algo novo e fico impressionada com a riqueza arquitetônica e histórica deste lugar.

A visita segue um fluxo estabelecido e permite ao visitante entrar na história da corte e reviver o passado. São muitos visitantes e as vezes fica difícil, ler, ouvir ou se concentrar em algo.

O áudio guia já está incluso no valor do bilhete e você pega assim que passa pelo raio x, e não se preocupe, tem em português também, sendo simples a operação do aparelho.

 

castelo de versailles
entrada

Grandes Aposentos

Capela

A construção da Capela Real terminou em 1710, finalzinho do reinado de Luís XIV. Esta foi a última das cinco capelas construída desde o reinado de Luís III. O desenho  original é de Jules Hardouin-Mansart, mas quem terminou foi Robert de Cotte.

castelo de versailles franca
Capela

Salões

de Hércules – foi feito no final do reinado de Luís XIV e é decorado com o quadro “La cena en casa de Simon”, obra do artista Veronese, que representa a aliança entre França e República de Veneza.

Após a morte de Luís XIV, o rei Luís XV, ordenou ao seu pintor preferido, François Lemoyne, que decorara o teto com uma grande obra de perspectiva, composta de 142 personagens e que durou 3 anos para ser terminada.

castelo de versailles
teto do salão de Hércules

Marte – embora Marte seja o deus da guerra na mitologia grega, neste salão ele assume o papel de renovador das artes, pois Marte significa Março ( em francês mars) e é o primeiro  mês da primavera.

castelo de versailles
Pelegrinos de Emaús, obra do artista italiano Veronese

de Apolo – sala dedicado ao deus Apolo, deus do sol, com quem Luís XIV se identificava. Era um salão bem adornado, porém boa parte das obras desapareceram.

Sala dos Espelhos

A Galeria possui 73 metros de largura, 10,50 mt de altura, 12,30 mt de comprimento e 357 espelhos dispostos em 17 arcadas. Consequentemente, numa época em que espelhos era artigo de luxo, esta sala representa a supremacia política, artística e econômica da França.

Foi construída em 1678 por Jules Hardouin Mansart e o teto é obra de Charles Le Brun.

Este era um local de celebração de festas, recepção de autoridades e realização de audiências. Mas a Galeria dos Espelhos presenciou fatos históricos. Em 19 de Janeiro de 1871, Guillerme ,  foi proclamado imperador da Alemanha e em 28 de Junho de 1919 foi assinado o Tratado de Versailles que pôs fim a Primeira Guerra Mundial.

castelo de versailles
um dos locais mais admirado

castelo de versailles
Sala dos Espelhos

Quarto do Rei

Em 1701 o quarto do rei ocupa o centro da vida palaciana e assim estava posicionado para que o monarca pudesse ver o sol nascer. Todo o quarto é decorado de ouro e sobre a cama, há uma figura feminina que representa a França, que vela o sono do rei.

castelo de versailles
quarto do rei

castelo de versailles
quarto da rainha

Galeria das Batalhas

Construída pelo arquiteto Frédéric Nepveu no século XIX, para receber o Museu de História da França a pedido do rei Luís Felipe. É importante notar que Luís Felipe de Orleáns é o responsável por transformar o Castelo de Versailles em um Museu Nacional. De fato, um espaço com várias salas, dedicado a “todas as glórias da França”.

Sala 1792

Neste ano, cai a monarquia francesa e se proclama a República em 22 de Setembro. Nesta sala há dois quadros que representam as guerras revolucionárias francesas (guerras com outras nações). Um pouco mais tarde, surge o primeiro império francês na figura de Napoleão Bonaparte.

castelo de versailles frança
batalha de Valmy

Sala da Coroação

Na foto abaixo, Jacques Louis David imortaliza o momento em que Napoleão I, ignora a presença do papa Pio VII e coroa a si mesmo e a sua esposa (Josefina), na Catedral de Notre Dame em 2 de Dezembro de 1804.

castelo de versailles frança
Coroação do imperador Napoleão I, obra de Jacques Louis David

 

CASTELO DE VERSAILLES – JARDINS

Agora, vamos caminhar (se você não puder, alugue uns carrinhos tipo de golfe) pelos jardins inicialmente projetados por André Le Nôtre, arquiteto paisagista do rei Luís XIV, responsável pela elaboração do jardim que hoje é um museu ao ar livre.

Plantações de laranja

Além de laranjas se cultiva limões e outras frutas cítricas. Foi muito bem desenhado no estilo “jardim à francesa” que é uma expressão que designa os jardins que são simétricos e as árvores são podadas para dar uma forma concreta e organizada.

Bosque da Encelade

Executada sob a liderança de Gaspard Marsy, entre 1675 e 1677, a fonte do Encelade é inspirada na história da queda dos gigantes, extraída da mitologia greco-romana.

castelo de versailles
Bosque da Encelade

Bacia de Apolo

Apolo era o deus do sol na mitologia grega e assim representava a Luís XIV que se considerava o Deus Sol. Desta forma, o rei queria mostrar seu poder absoluto.

castelo de versailles frança
bacia de Apolo

Grande Canal

Este é um grande trabalho de perspectiva organizado por André Le Nôtre. Visto do alto, tem o formato de uma cruz e mede uns 1,7 km. Além disso, foi feito para diversão do rei e seus convidados. Por este canal, navegava quase todo tipo de embarcação inclusive gôndolas (estilo venezianas).

castelo de versailles frança
Bacia de Latona e o Grand Canal ao fundo

castelo de versailles
Grande Canal – foto de 2012

Bosque da Colunade

Construída em 1685 por Jules Hardouin-Mansart, a Colunata substitui o Bosque das Fontes criado por Le Nôtre em 1679. Possui 32 colunas de mármore.

castelo de versailles frança
Bosque Colonade – foto de 2012

CASTELO DE VERSAILLES – PREÇO TICKETS

São vários tickets e cada um atende a um determinado público. Porém, não há a opção de visitar apenas o Jardim, pois obrigatoriamente você passará pelos apartamentos do Castelo. No entanto, há ingresso apenas para o Trianon. Então, vejamos os principais tickets para visitar Versailles:

18 euros – Bilhete para visitar o Castelo e os Jardins ( menos nos dias das Àguas e Jardins Musicais)

20 euros – Passaporte para visitar o Castelo, Trianon e Jardins ( menos nos dias das Àguas e Jardins Musicais)

27 euros – Passaporte para visitar o Castelo, Trianon e Jardins ( nos dias das Àguas e Jardins Musicais)

Grandes Eaux Musicales & Jardins Musicaux ( Grandes Águas Musicais e os Jardins Musicais)

Trata-se de duas coisas muito parecidas. As Grandes Águas, envolve passear pelo jardim do Castelo ao som de música clássica e ver o jogo de águas em grandes bacias/históricas (ex.: Bacia de Latone e Carro de Apolo). Já o Jardim Musical, ocorre em fontes automáticas ( ex.: Bacia do Espelho, de Netuno e Teatro das Águas). No vídeo abaixo você tem uma ideia.

Estas apresentações ocorrem em meses, dias e horários específicos, inclusive a noite. Por isso, é fundamental você ler com atenção o mapa do Jardim, olhar os horários e ver onde ocorrem as apresentações das Águas Musicais. Tudo estar devidamente explicado no site do Castelo.

castelo de versailles frança
Bacia dos Espelhos – Jardins Musicais

Portanto, acesse o site do Château de Versailles para saber qual o melhor ingresso para você. Compre pela internet e evite as enormes filas em alta temporada.

COMO IR AO CASTELO DE VERSAILLES

Há quem pense que é difícil chegar em Versailles, mas para nossa alegria é super simples.

Transporte público

Se você comprou o cartão de transporte Navigo Decouvert de 1 semana, todas as zonas, não precisa comprar mais nada. Se não tem o cartão, compre seus tickets na primeira estação que você embarcar.

Apenas vá até a estação RER do La Defènse (não confunda com a estação Esplanade do La Defènse) e na parte superior, pegue os trens Transilien com destino a Versailles River Droite (última parada). Em toda Estação há sinalização no piso na cor lilás indicando onde fica a plataforma do Transilien, ou seja, não dá pra se perder.

Da estação de Versailles até o Castelo é só ir andando, leva uns 10 minutos ou menos. Mas embora seja algo simples, conhecemos um brasileiro que vive em Saint Cloud, que nos disse que dificilmente vê brasileiros naquela plataforma indo para Versailles.

Se deseja ir de Carro, basta planejar a rota no Google Maps.

Empresas de turismo e transfer

Versailles Express

Paris City Vision

Confira neste vídeo como chegar ao Castelo de Versailles em transporte público:

E quanto tempo eu preciso para visitar tudo isso? Reserve um dia.

Agradeço imensamente ao Castelo de Versailles pela cordial recepção.

Veja também:

Visite o Grande Arco do La Defènse em Paris

Como é a visita a Torre Montparnase em Paris

Conheça as Ilhas de Paris: Île de la Citè e Île de Saint Louis

Roteiro pelo eixo histórico de Paris: do La Defènse ao Louvre

Exposição de Van Gogh no Atelier Lumiéres

Deixe seu comentário:

Por favor, comente!
Coloque seu nome

3,551FansLike
688SeguidoresSiga-me
526SeguidoresSiga-me
115InscritosInscreva-se

MAIS VISTOS

Dunas do Velho Chico, uma praia em Casa Nova Bahia

Dunas do Velho Chico fica na cidade de Casa Nova, região do Vale do Rio São Francisco, na Bahia. Anteriormente, a cidade de Casa...

Praia das Neves em Ilha de Maré – venha conhecer!

A Praia das Neves em Ilha de Maré é uma boa opção para quem quer passar o dia numa praia com águas claríssima e...

Como chegar em Boipeba na Bahia: carro, ônibus, barco e avião

Boipeba é um dos paraísos baianos mais cobiçados do Brasil, mas muitos desistem de colocar no roteiro pois acham complicado o trajeto até lá....

Ilha dos Frades: não deixe de conhecer!

Este é um destino obrigatório para quem vem à Salvador e gosta de praia. A Ilha possui uma praia com bandeira azul, que é...


ROTEIROS DE CARRO

Roteiro Ilha de Itaparica na Bahia – 4 dias

Agora sim! Depois de apresentar cada lugarzinho lindo da Ilha, vamos ao nosso roteiro pela Ilha de Itaparica. Mas lembre-se que não é necessário...

Itaparica na Bahia – atrativos culturais e naturais

A Ilha de Itaparica na Bahia, fica pertinho de Salvador e é famosa por suas belezas histórica e natural.  Além disso, é possível fazer...

Roteiro alternativo pelo Vale do São Francisco: praia, lago, uvas e bode!

Se você deseja muito conhecer o Vale do São Francisco e aproveitar o melhor que a região oferece e gastar pouco, este post é...

Aracaju – O que fazer em 2 dias

Aracaju tem a fama de possui a orla mais bonita do Brasil, a orla de Atalaia. E não  é propaganda enganosa não. De fato,...