ilhas do rio sena ile de la cite

Após visitarmos os monumentos do eixo histórico desde o Arco do Triunfo até o Louvre, ingressamos na Île de la Cité e depois na Île de Saint Louis.  Estas duas ilhas do Rio Sena em Paris nos reservam histórias e belezas quase secretas, além de vistas surpreendentes, e o melhor: tudo grátis!

ilhas do rio sena ile de la cite
île de la cité

ILHAS DO RIO SENA – ÎLE DE LA CITÉ

 

A Île de la Cité é o centro político e religioso de Paris e altamente simbólico da capital francesa. Sendo assim, a parte mais antiga de Paris e que promove o desenvolvimento da rive gauche e rive droit  ( margem esquerda e direita do Sena).

A Île de la Cité sofreu várias modificações desde a Idade Média até o século XIX e atualmente abriga duas instituições que mantêm a ordem pública: a polícia e a justiça.

Seu formato é de um navio e o melhor lugar para observá-la é desde a Pont des Art. Com isso em mente, após visitar o Louvre, saia pelo Cour Carrée, atravesse o Quai François Mitterand e em seguida terás uma vista surpreendente.

As ilhas do Rio Sena em Paris proporcionam ótimos passeios, inclusive há uma estação de metrô bem no meio da Île de la Cité. Vamos conhecê-la!

ilhas do rio sena ile de la cite
saída pela Cour Carrée do Louvre e vista para a Pont des Arts

ÎLE DE LA CITÉ PONTOS DE INTERESSE

 

Pontes

 

Pont des Arts

Seu nome vem do Palácio do Louvre, que era chamado “Palácio das Artes”.  Assim, foi construída em 1804 durante o regime napoleônico e reconstruída no início dos anos 80. Uma vez reconstruída, foi inaugurada por Jacques Chirac, na época prefeito de Paris, em 27 de junho de 1984.

Já da Pont des Arts e avistando a Île de la Cité, a vontade é de chegar logo a Place du Vert Galant, mas antes precisamos atravessar a Pont Neuf.

ilhas do rio sena ile de la cite
Pont des Arts

 

ilhas do rio sena pont des arts
Pont des Arts, a ponte dos cadeados

 

ilhas do rio sena em paris
Place du Vert Galant

Pont Neuf

Embora se utilize o termo neuf (nova), esta é a ponte mais antiga de Paris e  não serviu como alicerce para casas erguidas em sua superfície, por isso permaneceu o termo neuf.

Em 1550, no reinado de Henrique II, se menciona a importância de se construir uma ponte. Porém, se passaram muitos anos entre idealização, construção e paralisação, até que a  Pont Neuf foi concluída sob o reinado de Henrique IV, que a inaugurou em 1607.

ilhas do rio sena em paris
Pont Neuf

Ruas e Praças

 

Place du Vert Galant

A praça recebe este nome por causa do apelido de Henrique IV, “vert galant”, pois ele tinha várias amantes. Além disso, vemos uma estátua equestre de Henrique IV que domina a praça.

Apesar de ter ido outras vezes a Paris, só agora consegui visitar esta Praça pois das vezes anteriores, não percebi a entrada da Place du Vert Galant. Assim, não perca a oportunidade, atravesse a Pont Neuf, desça uma escada, passe por um portãozinho, e daí escolha seu banquinho e descanse.

No entanto, o melhor estar mais abaixo. Saia desta praça pelo mesmo portão que você entrou, margeie o Rio Sena, e bem na pontinha da Ilha, sente-se e faça um belo pic nic. Para isso, não precisamos de muito, apenas um pão com queijo, frutas e uma bebida, já são mais que suficientes. E te digo uma coisa, isso te fará sentir-se um parisiense. Algo indescritível e inesquecível!

ilhas do rio sena em paris
entrada da Place du Vert Galant

 

ilhas do rio sena em paris
Place du Vert Galant e a Pont des Arts

Place Dauphine

Esta é a segunda praça real, depois da Praça des Vosges. Em 1607, Achille de Harlay, presidente do parlamento de Paris, foi autorizado pelo rei Henrique IV a subdividir a ponta ocidental da Île de la Cité e criar um lugar triangular. E o nome é uma homenagem a Delfim, futuro Luís XIII, filho de Henrique IV rei da França.

A partir do século XVIII, as casas são modificadas, erguidas, reconstruídas e o local perde sua unidade em termos de arquitetura. Apenas dois pavilhões de esquina na extremidade oeste da praça conservam seu caráter único.

ilhas do rio sena em paris
Place Dauphine tão graciosa

 

ilhas do rio sena em paris
Place Dauphine

Rue Harlay

Limita o tribunal de Paris a oeste e o separa da Place Dauphine  e leva o nome do então primeiro presidente do Parlamento de Paris , Achille de Harlay.

Boulevard du Palais

O Boulevard du Palais liga a Pont au Change à ponte de Saint-Michel, cruzando a Île de la Cité de norte a sul. Leva o nome do Palácio da Justiça que fica ali pertinho. Nesta avenida situam-se os principais monumentos da Ilha, como a Igreja Sainte Chapelle, a sede da Polícia de Paris, a Conciergerie e o Tribunal de Paris.

Rue Lutèce

A rua foi construída sobre e antiga estrada “passagem da Madeleine” . A rue Lutéce foi inaugurada em 1794 em lugar da igreja da Madeleine, destruída em 1793.

ilhas do rio sena em paris ile de la cite
Rue Lutèce e ao fundo o Hotel Dieu

Quai aux Fleurs

Começa na ponte de Saint-Louis , que fornece uma ligação com a Ile Saint-Louis , e termina na Pont d’Arcole, que leva a Hôtel-de-Ville, margem direita. O cais (quai em francês) é  assim chamado devido à proximidade do Marché aux Fleurs.

Observe por ali a Rue des Ursins e uma esquina com uma placa de ferro que indica a inundação de 1910.

ilhas do rio sena em paris ile de la cite
Rue des Ursins ao caminharmos pelp Quai aux Fleurs

 

ilhas do rio sena em paris ile de la cite
Rue des Ursins e a marca da inundação ( crue em francês) escrito na plaquinha verde

Igrejas

 

Notre Dame

A construção da Catedral de Notre-Dame de Paris foi iniciada no ano de 1163. A obra foi dedicada à mãe de Jesus Cristo, Maria, de quem se originou o nome Notre-Dame, que em português significa “Nossa Senhora”. A estrutura em estilo gótico é considerada uma das mais tradicionais e antigas da capital francesa. A catedral localiza-se na praça Parvis onde encontra-se o marco zero da França.

Em 15 de Abril de 2019, um incêndio devastou boa parte da Catedral de Notre Dame e de lá para cá, estão sendo feito esforços para restaurá-la.

ilhas do rio sena em paris ile de la cite
Notre Dame em 2012

 

ilhas do rio sena em paris
os famosos vitrais da Notre Dame em 2012

Quando visitei a Notre Dame em 2012, era o aniversário de 800 e poucos anos da igreja. Assim, fiquei pensando como somos um país jovem visto que o Brasil tem um pouco mais de 500 anos.

ilhas do rios sena em paris
Notre Dame em 2019

Saint Chapelle

Já que não temos a Notre Dame, que tal a Saint Chapelle? Esta é uma capela gótica projetada em 1241, iniciada em 1246 e consagrada em abril de 1248.O seu patrono foi o rei Luís IX, que a construiu para servir de capela do palácio real. O restante do palácio desapareceu completamente, sendo substituído pelo atual Palácio da Justiça.

Durante a Revolução Francesa a capela foi transformada em escritório administrativo e os vitrais foram tapados com enormes armários. Desta forma,  sua beleza foi preservada do vandalismo que sofreu em outras partes.

Informações sobre o valor da visita e horários, acesse o site da Sainte Chapelle.

 

Monumentos

 

Conciergerie

A Conciergerie é o vestígio principal do antigo Palácio da Cidade ou Palácio de la Cité, que foi residência e sede do poder real francês do século X ao século XIV. Foi convertido em prisão do Estado em 1392 e era muito temida principalmente na era do Terror ( Revolução Francesa). Inclusive recebeu prisioneiros famosos, como a Rainha Maria Antonieta que saiu da Conciergerie para a guilhotina.

ilhas do rio sena em paris
Conciergerie, uma prisão e muitas histórias

Palácio da Justiça

O Palácio da Cidade deu lugar ao Palácio da Justiça que ocupa um terço da Ilha de la Cité. Era a residência do rei Carlos V que posteriormente mudou-se para o Hôtel Saint-Pol e aqui deixa as repartições jurídicas, a saber, o Parlamento de Paris, o Tribunal de Contas e a Chancelaria.

Durante a Revolução, o Palácio de Justiça foi sede do Tribunal Revolucionário. Já durante a Restauração e a Monarquia de Julho, as causas aumentam e um projeto de ampliação se faz necessário. Mas,  o incêndio de 24 de Maio de 1871 reduz a cinzas vários anos de trabalhos.

A partir de então, tudo é recomeçado. Daumet é nomeado novamente arquiteto do Palácio e as obras se reiniciam em 1883. Hoje o Palácio abriga a Corte de Cassação, a mais alta jurisdição do país.

 

Hotel Dieu de Paris

O Hôtel-Dieu de Paris é considerado o mais antigo hospital da cidade de Paris. Segundo historiadores, foi fundado por São Landerico de Paris em 661, entre os séculos VII e XVII. No entanto, foi reconstruído diversas vezes e a arquitetura recente é de 1877. Atualmente, o hospital é ligado à Faculdade de Medicina da Université Paris-Descartes.

 

COMO CHEGAR îLE DE LA CITÉ

Estações de metrô próxima: Cité, Pont Neuf e Saint Michel.

 

ilhas do rio sena ile de la cite
metrô Citè saída na Rue Lutèce

 

VEJA TAMBÉM: Como montar um roteiro pela Europa?

 

ILHAS DO RIO SENA – ÎLE SAINT LOUIS

 

As ilhas do Rio Sena em Paris possuem características distintas. Enquanto a Île de la Cité é predominantemente política e religiosa, a Île de Saint Louis é residencial e charmosa. Sendo assim, o bairro mais homogêneo e conservado de Paris que resistiu as intervenções haussmaniana.

Enquanto era um local de pastagem, Christophe Marie, Lugles Poulletier e François Le Regrattier fizeram especulação imobiliária do local, mas foram barrados pelos religiosos da Notre Dame que se consideravam donos das terras.

Assim,  foi apenas entre 1640 e 1660 que a maioria das belas mansões surgiram na Ilha de Saint Louis. Além disso, a Ilha atraiu poetas e famosos, tais como Boudelaire, Roland Dumas, Brigitte Fontaine e inclusive Chico Buarque.

 

ÎLE SAINT LOUIS PONTOS DE INTERESSE

 

pontes

 

Pont Saint Louis

Saindo da Île de la Cité, entramos na Île de Saint Louis através da Pont Saint Louis. Ao mesmo tempo que atravessamos a Ponte, observamos os artistas, a Igreja de Notre Dame coberta por tapumes e a paisagem do Rio Sena.

A primeira ponte do local foi a Ponte Saint-Landry, depois outras pontes foram construídas e demolidas, por fim em 1968 foi iniciada a construção da versão atual da ponte, inaugurando-se a mesma em 1970.

 

Pont Marie e Pont Tournelle

Estas duas pontes atravessam a Ilha pelo meio e por isso proporcionam vistas incríveis de Paris. Assim, saia do metrô Pont Marie e atravesse esta que é a segunda ponte mais antiga de Paris. Mas se você quer conhecer o bairro de Saint Germain des Prés, saia pela Pont Tournelle.

No entanto, se você estar na Praça da Bastilha, caminhe pelo Boulevard Henri IV e entre na Île de Saint Louis através da Pont Sully.

ilhas do rio sena em paris
Notre Dame vista do Quai de Bèthune na Île de Saint Louis e ao meio a Pont de la Tournelle  foto de 2012

Pont Sully

Apesar de hoje ser uma ponte só, originalmente eram duas, a Passerelle Damiette (à margem direita) e a Passerelle de Constantine (margem esquerda) que foram demolidas e deram lugar a Ponte Sully.

A ponte atual foi construída em 1876 e inaugurada em 25 de agosto de 1877. E assim é chamada por causa de Maximilien de Béthune , duque de Sully (1560-1641) e ministro de Henrique IV .

ilhas do rio sena em paris
Pont Sully e a Île de Saint Louis

ruas

 

Rue Saint Louis en l’Île

Ao atravessar a Ponte Saint Louis, nos deparamos com algumas opções de trajeto. Ou margeamos o Sena através do Quai d’Orlèans, ou caminhamos pelo Quai de Bourbon e d’Anjou ou andamos despretensiosamente pelo meio da Ilha através da Rue Saint Louis en l’Île.  Pois bem, escolhemos esta última.

ilhas do rio sena em paris
na esquina, com toldo vermelho, a famosa sorveteria Berthillon. Achamos uma bola de sorvete por 4 euros muito caro para nosso orçamento

 

ilhas do rio sena em paris
Rue Saint Louis en l’île

como chegar a île de saint louis

Estações de metrô próxima: Pont Marie e Sully Morland.

 

Lembra que eu disse lá no comecinho do post que o passeio pelas ilhas do Rio Sena foi a continuação de outro passeio? Então, confira os posts abaixo e tenha o roteiro completo deste dia em Paris.

VEJA TAMBÉM:

Visite o Grand Arche do La Defénse

Como é a visita a Torre Montparnase em Paris

Van Gogh no l’Atelier des Lumières

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *