AMAZONAS: o que vi em Manaus e arredores

2
417
Um sonho de consumo pra quem deseja conhecer a diversidade do ecossistema brasileiro, de fato, é a região da Amazônia que abrange diversos estados como Amazonas, Pará, Rondônia e outros. Podemos vivenciar mais de perto a natureza e ter experiências únicas, como tocar no boto cor de rosa, pescar um peixe da região e ter contato bem próximo com outros animais exóticos. Algumas coisas, são bem enfeitadas para que ocorram de tal modo, mas não deixam de ser interessante.

O QUE VI EM MANAUS
 
Meu tempo na capital foi curto. Estava a caminho de Barcelos, clique aqui para ver o relato. Fiquei dois dia e meio em Manaus e assim, tive que aproveitar ao máximo estes dias.
 
Teatro Amazonas
 
Teatro Amazonas é um teatro brasileiro localizado no largo de São Sebastião, no centro de Manaus, capital do Amazonas. O teatro, inaugurado em 1896, é a expressão mais significativa da riqueza de Manaus durante o Ciclo da Borracha. A orquestra Amazonas Filarmônica regularmente ensaia e se apresenta em seu interior. Destaca-se também pelo estilo eclético de sua estrutura e os detalhes únicos de sua cúpula, o que o torna um dos monumentos mais conhecidos do Brasil e consequentemente o símbolo mais proeminente de Manaus.

 

 

 

 

 

Vale muito a pena fazer a visita guiada que custa 20 reais, e é realizada em vários idiomas.
Me recordo perfeitamente, quando uma senhora falou para o esposo, em um dos camarotes do Teatro : ” E agora, está realizado?” Ele disse: ” Estou muito feliz!”. Pois é, se você estiver em Manaus será uma visita obrigatória.
Praça de São Sebastião. O chão remete ao encontro das águas e foi feito antes do calçadão de Copacabana. Ao fundo, Igreja de São Sebastião.

 

Monumento de Abertura dos Portos. Amazônia representada por esta figura feminina, cortejada por Hermes, o deus do comércio.

 

Um casal idoso admirados com a beleza do Teatro Amazonas

 



E quando cito o Teatro Amazonas, não posso esquecer um restaurante que fica ao lado, mas ao lado mesmo do Teatro. É o Tambaqui de Banda que oferece o tambaqui (peixe da região) por um preço excelente e o prato é bem farto, o tamanho médio dá pra 3 pessoas. Então fica uma sugestão: você programa ir ao Teatro, faz a visita guiada e depois almoça no Tambaqui, ok?

 

Observe os preços e tamanhos do tambaqui…

 

Bolinho de pirarucu

 

espinhas grandes e poucas

 

Mercado Municipal
 
Limpo, organizado e cheio de variedades, assim é o Mercado de Manaus Adolpho Lisboa, localizado ao lado do Porto e em frente ao rio. Inspirado no Mercado de Les Halles de Paris, foi o segundo mercado
construído no Brasil, inaugurado em 1882. Em estilo Art Noveau, sua
estrutura é em ferro fundido e vidros coloridos.
 
Acredito que todos os produtos do Amazonas nós encontramos lá. São folhas, frutas, peixes, doces, pratos típicos, artesanato e lembrancinhas.

 

 

 

Bacalhau da Amazônia, pirarucu

 

Tucumã, fruto de uma palmeira

 

Engraçado foi quando avistei algo que parecia milho quebradinho. Cheguei mais perto e vi que era farinha. O vendedor todo entusiasmado, disse  que era a melhor farinha de mandioca do Amazonas. Eu perguntei se ele conhecia a farinha da Bahia, daí ele disse: “Aí já é covardia…!” Eu rir.

dizem que é a melhor farinha do Amazonas…

Uma das coisas mais gostosas neste mercado, e que você deveria comprar os montes são as balas da Amazônia. É algo simples, mas muuuito gostoso. Castanha do Pará coberta com chocolate ou chocolate com recheio de cupuaçu. E na época era barato, 50 unidades por 10 reais. Levei 15 dias comendo daquelas balas, rsrs.

 
Foto extraída do site Mercado Livre. Marca: Ayapuá 
Castanha coberta com chocolate

 

Foto extraída do site Mercado Livre. Marca: Ayapuá
Chocolate com recheio de cupuaçu

 

as balas são vendidas assim… não deixe de comprar não … e se vier pra Salvador, traz uma caixa pra mim, rsrs



Estava na companhia de uma amiga manauara, mas sempre atenta a segurança. Visitei a cidade na véspera de Natal e o movimento era intenso, o policiamento bem ostensivo, no entanto os arrastões no Centro, eram constantes. Se não estiver em grupo e em passeios agendados, fique atento.

Ponta Negra
 
Outra amiga querida, manauara, me levou até lá para conhecer, durante a noite. O local, conta com uma iluminação muito bonita e muita movimentação. Famílias, idosos e até atividades esportivas para animar o pessoal tem. Há também bares e restaurantes na orla (parte alta) com apresentação da cultura da região.

 

 

 

 

 

Foi em Ponta Negra que provei o tacacá e a farofa de camarão no quiosque Tacacá da Tia Socorro. O tacacá é basicamente um caldo amarelado, chamado tucupi e misturado com a goma da tapioca, pimenta, e um tipo de erva chamada de jambu, acrescenta-se camarão e é servido em cuias. Não gostei muito, mas eu via que os amazonenses se deliciavam com a iguaria.  
Tacacá e a farofa de camarão

Depois de conhecer Ponta Negra, minha amiga sugeriu atravessarmos a Ponte, pra mim, seria algo sem muita graça, mas não é que a arquitetura da Ponte, iluminada proporciona fotos legais!? Atravessamos a Ponte novamente para irmos a Novo Airão e isso eu conto mais adiante…

A Ponte Rio Negro é uma ponte estaiada da rodovia AM-070, que liga a cidade de Manaus ao município de Iranduba.

 

durante a noite

 

durante o dia

 

É a única ponte que atravessa o trecho brasileiro do Rio Negro, sendo considerada como a maior ponte fluvial e estaiada do Brasil, com 3,6 quilômetros de extensão (3.595 metros).

 

Manauara Shopping
 
Este grande centro comercial, tem de tudo um pouco da Amazônia. Claro que o preço é mais alto do que no Mercado Municipal, mas se de última hora você lembrar de algo que precisa levar, é bem provável que irá encontrar no Shopping Amazonas, que por sinal, tem a decoração temática que homenageia a fauna e flora da Amazônia.

 

Novo Airão
 
A melhor experiência com os botos é nesta cidade. Procure o Flutuante da Marilda, todo mundo sabe onde fica e diversos artistas nacionais e internacionais já passaram por lá. Você não pode nadar com os botos, mas ficará encantado com os pulos que eles dão para apanhar o alimento e o gostoso que é, em tocar sua pele macia. A interação é muito legal. Faz se uma fila para cada um ter a oportunidade de tocar no bicho e tirar fotos. Tem gente que acha que são os únicos visitantes e demoram, outros são rápidos e objetivos. Como existe horários e a quantidade certa de alimento para ser dada  aos botos, o pessoal do projeto não pode levar muito tempo jogando peixes para que eles deem aqueles pulos altos, então aproveite e tire logo sua foto!
Entrada de Novo Airão

 

 

 

 

 

 

 

O flutuante dos botos (Flutuante da Marilda) em Novo Airão , tem horários específicos para visitação ( a cada uma hora de 9h as 12h e de 14h as 17h) e  o valor da entrada é de 15 reais. Antes de ver os golfinhos de água doce, você ouvirá uma palestra sobre as espécies e o começo deste flutuante e lógico, a história do boto cor de rosa.


Depois de visitar os botos, almoçamos em um dos restaurantes da rua principal de Novo Airão. 

 

 

E se você deseja conhecer uma praia próximo a Manaus, confira o post sobre a Praia do Tupé no blog Viajar Mais aos 50 .

Rua principal de Novo Airão

 

Aquele dia terminou assim…

Para chegar em Novo Airão não tem segredo, dá pra fazer um bate volta desde Manaus. É só seguir a AM-070 e em Manacapuru seguir a AM-352. A estrada estava relativamente boa e com trechos em obras. Requer atenção por causa de alguns buracos, na mais é só conter a ansiedade, rsrs. Veja trajeto no mapa abaixo:

 

 



E se você quer saber a história deste flutuante, nome dos botos, horário de funcionamento e muito mais acesse o site da AMABoto


Agradeço a minha amiga Katiana que gentilmente me levou até Novo Airão mesmo sem conhecer o caminho.Confira outros posts sobre o Amazonas:
Viagem de barco recreio
Vôo de Barcelos até Manaus
Conheça a cidade de Barcelos 
Claro que existe outras maneiras de aproveitar a capital do Amazonas. Este foi um relato puramente pessoal e simples, sem motivação turística, mas há pacotes com os principais passeios pela cidade e arredores,  por isso que eu indico estes blogs que possuem relatos maravilhosos:
 
Projeto 101 Países
Um Homem Precisa Viajar

Siga o Vaneza com Z em:

Pinterest
Facebook
Google+
You Tub

O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com as empresas/ serviços citados no texto.

2 COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário:

Por favor, comente!
Coloque seu nome