terça-feira, 20 de setembro de 2016

Praia do Forte: observação de baleias jubartes

Para vermos baleias jubartes precisamos ir até Abrolhos, Sul da Bahia, certo? Errado! Aqui pertinho de Salvador, na Praia do Forte, você pode ter uma experiência incrível. As baleias jubarte dão um show e emocionam  a qualquer visitante. Neste post conto como foi o safári realizado com a única empresa autorizada a realizar este serviço em Praia do Forte.




Há muitos anos sempre tive vontade de ver as baleias bem de perto, daí planejei ir a Caravelas, Extremo Sul da Bahia, de onde partem os passeios em catamarã para o Arquipélago de Abrolhos, onde de fato, se concentra a maior quantidade de baleias jubartes, é o berçário delas (sim, as baleias jubartes são baianas, rsrs). Mas pesquisando um pouco mais , descobri que em Praia do Forte a agência Portomar, a única autorizada a realizar a observação em alto mar, realiza este passeio. Entrei em contato e tudo certo .
Recepção da Portomar
Na primeira tentativa, o tempo não colaborou. Remarcamos e a expectativa era essa:
Domingo ensolarado, ihuuuuu
Alegria, alegria! Lá vamos nós! O passeio começa no Instituto Baleia Jubarte

Instituto Baleia Jubarte Praia do Forte


Instituto Baleia Jubarte foi criado em 1988, no Extremo Sul da Bahia, e em 2000 chegou em Praia do Forte e tem se espalhado ao longo da Costa brasileira levando a conscientização ambiental de que as baleias não são recursos e sim, patrimônio ambiental, por isso, merecem nosso respeito. E a observação de baleias é uma atividade que ajuda na divulgação deste projeto, tanto que somos acompanhados de ambientalistas e biólogos, que fazem pesquisa de campo durante todo o passeio e estão a disposição para responder perguntas e esclarecer dúvidas. 

Esqueleto de mais de 13 metros de uma jubarte encontrada no Extremo Sul da Bahia em 2002.

No Instituto, tivemos uma excelente explanação sobre estes mamíferos que pesam o equivalente a 13 ônibus, fazem um processo migratório do Pólo Sul até a Costa da Bahia durante o inverno e vem procriar nas águas quentinhas da Bahia. Tá vendo aí, até as baleias vem curtir uma temporada na Bahia e você ainda não veio?! 

"dentes" da baleia

As baleias quase chegaram a ser extintas (restaram apenas uma estimativa de 500 exemplares) por causa da caça predatória e depois de esforços organizacionais exitosos, em 2014, as baleias foram tiradas da lista de animais ameaçados de extinção, porém há países, como o Japão, que buscam a legalização da caça da baleia e alguns deles realizam isto de forma cruel.




Depois de toda explicação, seguimos para o embarque na praia de Portinho de Baixo, em frente ao Tivoli, e durante o trajeto admiramos a paisagem com a maré baixíssima, e a água de um azul maravilhoso. Nunca tinha visto assim!


as piscinas que se formam ... são lindas!

Olha o barco que levou nós... é o maior viu gente! rsrs


E esse mar ... e esse azul ... Jesuisss!!!
Haviam cerca de cinquenta pessoas para realizar o passeio, entre elas, idosos e várias famílias com crianças. Fomos apresentados à tripulação e seguimos em alto mar, em busca das baleias. Como íamos contra o vento, a escuna balançava muito, para mim, era diversão. Para quem enjoa, tem o Dramin, que é oferecido antes de se embarcar. Dizem que, quem toma Dramin, ver mais baleias que os outros, rsrsrs.


E fomos nos distanciando da costa, levamos mais ou menos duas horas até conseguir ver no horizonte uns borrifos. Sim, eram elas! E o barco vai na direção delas, mas nunca por trás (elas se sentem perseguidas) ou de frente ( elas se sentem ameaçadas), eles sempre vão ao lado, paralelo. E daí, temos um espetáculos que nada que eu escreva aqui vai conseguir traduzir a beleza, a graciosidade, a enormidade da criação de Deus. É simplesmente perfeito! Senta que lá vem foootosss...rsrs.

um borrifo


a cauda



percebeu o tamanho?


eram duas, uma cauda branca e outra negra ...


Caso você consiga realizar alguma foto da caudal, encaminhe a foto ao Instituto Baleia Jubarte para que eles possam catalogar no sistema.




elas são muita rápidas, então pra fotografar tem que ter habilidade, uma coisa que eu não tenho, kkkkk

e a torcida vai a loucuuuura!!! rsrs







é muito graciosidade
Como o tempo de permanência é limitado, voltamos para Praia do Forte. Agora, mais tranquilos, a favor do vento. E logicamente, bate o sono. É um passeio, não é uma maratona, então aproveite seu dia e tire um cochilo gostoso. E trabalhando de segunda a sexta, acordando cedo, dormir era tudo que eu precisava. E o tempo de navegação foi entorno de 2:30 pra voltar. Quanto a alimentação, eles oferecem frutas e água, coisas leves, por isso, não coma nada pesado. Você pode enjoar e o resultado não será nada agradável. Desembarcamos na mesma praia, a de Portinho de Baixo, tiramos algumas fotos e seguimos pra Vila.


Praia do Portinho de Baixo




INFORMAÇÕES SOBRE O PASSEIO

  • Temporada: de Julho a Novembro.
  • Idade: Mínima 05 anos e máxima 70 anos.
  • Aconselhável levar: Filtro solar, roupas leves, de banho e troca, toalha, máquina fotográfica e/ou filmadora. É recomendável levar agasalho para frio.
  • Observações: O embarque/desembarque na escuna é feito em uma embarcação de fibra e a depender da maré pode-se molhar até a altura da cintura.
  • Serviços oferecidos: Guia poliglota, buffet de frutas, água mineral, biscoito e pílula para enjoo (DRAMIN).
  • Pagamento: cartões de crédito e/ou débito, parcelamento. Há bancos próximos da agência Portomar.
  • Passeio proibido para os seguintes passageiros: Cirurgia cardíaca, Próteses, Marca passo, Gravidez, Alergia a insetos, Diabetes tipo 1, Asmáticos, Epilépticos, Dificuldades de Locomoção, Visual e Obesidade.
Embora a probabilidade de avistamento ultrapasse 90%, em caso de não serem avistadas baleias não será reembolsado o valor pago - será oferecida a possibilidade de uma nova saída, desde que haja vagas disponíveis. 

Ou seja, quem manda no passeio são as baleias. Estamos indo vê-las em seu habitat natural. Não é um espetáculo armado para o turista ver. Podemos encontrar baleias em 30 minutos de passeio, como também, podemos encontrá-las depois de horas, como em nosso caso. Então, tenha uma expectativa equilibrada...

Rua da Aurora 1, 
Praia do Forte - Bahia, Brasil
Tel:71 3676-0101 | contato@portomar.com.br 


Confira outras opções de lazer em Praia do Forte e arredores:

Siga o Vaneza com Z em: 


O blog Vaneza com Z possui parceria/ convênio com a empresa e/ou serviço citados no texto.

12 comentários :

  1. Respostas
    1. Oi Rau!

      Faça mesmo, Fernandinha vai gritar, como eu gritei, rsrsr.

      Bjs!

      Excluir
  2. Respostas
    1. E a gente pensa que safari é só na África, rsrs ... esse em alto mar tem muita emoção!

      Excluir
  3. Lindo passeio!!!!!!! Delirei ao ler, sabia? Em julho, fizemos um passeio nesse estilo em Monterey, na California e vimos baleias jubarte (lá eles chamam de Humpback) e Finwhale. Emoção demais, né?
    Vou linkar seu post quando eu publicar sobre o meu passeio! Beijocas!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liliane!

      Mulher, q bacana saber que em Monterey tem passeio pra ver baleias. Em 2017, será meu destino. Aguardando ansiosa teus relatos e fico feliz que você vai linkar este post.
      A galera no barco dah pulos e gritos de emoção quando veh as baleias é muito massa!

      Beijão querida!

      Excluir
  4. Vaneza, adorei sua dica! Estive em Praia do Forte por duas vezes. Já vi o Instituto Baleia Jubarte, tive vontade de conhecer mas não tive tempo... Que pena! Amei sua dica, queria muito fazer este passeio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As atrações da Praia do Forte são muitas, mas se for na temporada das baleias, eu não deixava de fazer este passeio não. a emoção é indescritível!

      Abraços Ana!!!

      Excluir
  5. Vaneza, que máximo.. mas deve dar um "medinho"kkk já estivemos perto da Praia do Forte, mas nunca fomos até lá.. Temos que voltar e curtir esse momento mágico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, venha mesmo conhecer a Praia do Forte. É a melhor praia com infraestrutura para atender os turistas. Além das opções de passeios ao redor como Imbassaí, Diogo, etc. Mas a observação de baleias é por temporada, então temos que aproveitar que elas estão aqui, rsrs.

      Abraços Aline!

      Excluir
  6. Caramba, não sabia que dava pra fazer esse passeio fora de abrolhos. Achei a dica sensacional, to louco já pra poder ir =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corre Matheus, pois a temporada acaba em Novembro.

      Obrigada pela visita e pelo comentário!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...