Como um casal fez uma viagem econômica pela Bahia, gastando menos de mil e oitocentos reais em oito dias entre Barra Grande (Península de Maraú) e Boipeba? Eu fiquei curiosa e fui perguntar pra Viviane e Alexandre como eles conseguiram esta proeza. Confira alguma dicas 😉

 Qual o meio de transporte usado para chegar em Barra Grande?

  • de Salvador até Barra Grande via Ferry
Saída de Abrantes as 4:30h 🚍 para Terminal Ferry boat de São Joaquim. Chegada as 6:30h.
Saída de São Joaquim por volta das 7h, chegada em Bom Despacho as 8h.
Saída de Bom Despacho por volta das 8h, chegada em Camamu ao meio dia. Empresa Cidade Sol.
Saída de Camamu na lancha as 14h, chegada em Barra Grande as 14:30.
Empresas que rodam pra Camamu:
Se você vai de carro, sugiro dá uma olhada no post Como chegar na Península de Maraú onde você encontra detalhes bem interessantes.

  •   de Barra Grande até Boipeba via Torrinhas
Pegamos
a lancha rápida para Camamu e na rodoviária pegamos um ônibus para
descermos no Cais da Graciosa. Mas infelizmente o miserável do motorista
nos indicou a parada errada e descemos no Cais de Taperoá, onde esperamos por 4
horas o Expresso Boipeba que vai pra Torrinhas e de lá, pegamos a
lancha para Boipeba. Pagamos uns 20 reais no ônibus de Camamu para
Taperoá e 30 reais no Expresso Boipeba que inclui o trajeto de lancha de
Torrinhas ate Boipeba. Todo
o trajeto de Camamu até Boipeba, levou umas 10 horas. Bom, foi demorado
porque descemos no local errado. Se não fosse isso, levaríamos 4 horas a
menos.
Portanto,se você sai de Camamu de ônibus, fique ligado pois o Cais da Graciosa que é este aqui:

Não deixe ninguém te enganar, ok?
Confira no post Como chegar em Boipeba, outras maneiras de chegar ao destino.

Retornamos para Salvador através do Expresso Boipeba (lancha + ônibus) até rodoviária de Valença. E de lá seguimos em carro pequeno que faz lotação até o Terminal de Bom Despacho. Viagem rápida e tranquila.

  • em Barra Grande

Nos hospedamos no Hotel Terra Mar. Descemos no pier e fomos caminhando. O hotel fica na mesma rua do Posto de combustível. Consideramos a hospedagem ótima. Na época, pagamos 450 reais por quatro diárias, sem cafe da manhã. Tem piscina, é climatizado, tem TV e trocavam as roupas de cama todos os dias.

  •  em Boipeba

Utilizamos
a plataforma do AirBnb. Pagamos
270 reais para 4 diárias. A localização é muito boa, bem próximo do Cais
e da Praça principal. As instalações são simples, mas atendem
perfeitamente ao turista. Não possui ar condicionado e nem TV. Mas
possui ventilador, geladeira, torradeira, fogão e um Wi Fi razoável o
que parece ser um problema da Ilha.  Estávamos de certa forma
“acostumados” com as comodidades do hotel em Barra Grande, então a
sensação de estar numa casa alugada foi impactada.

Para mais opções :

  • em Barra Grande


Primeiro dia – andamos de Barra Grande até Taipu de Fora, porém a maré estava alta e não foi possível avistar as piscinas naturais. Gastamos mais ou menos 2h na caminhada e ficamos curtindo o mar de Taipu. Resolvemos seguir andando para o Farol, porém tarefa muito difícil, pois as pessoas não sabiam informar o trajeto e realmente era cansativo. Mesmo assim, caminhamos pela praia ate próximo a Lagoa Azul, se tivéssemos andado mais um pouquinho, veríamos a Lagoa. Assim, não aconselho ninguém a fazer o trajeto de Taipu a outros atrativos andando.
Estávamos extremamente cansados e para retornar foi uma novela. Pedimos carona a um caçambeiro que gentilmente nos levou até Barra Grande e demos uma gratificação a ele.

Percebemos que era impossível conhecer os atrativos a pé, assim fomos buscar alugar um quadriciclo por um preço em conta. Conhecemos o Jeovane que a princípio nos cobrou 100 reais, depois do “choro” ele fez por 80 reais e combinamos dele entregar na Pousada.
Segundo dia – agora motorizados fomos ganhar o mundo,rsrs. Primeiro, abastecemos 20 reais o que permitiu fazer todo percurso e ainda conhecer a cidade de Maraú. E o roteiro foi: Taipu de Dentro, Farol, Lagoa do Cassange, Trilha das Bromélias, Maraú e na volta fomos na Lagoa Azul, que poderia também ser visitada na ida a Lagoa do Cassange, e também passamos o resto da tarde em Taipu de Fora, fechando nosso dia com chave de ouro. Devolvemos o quadriciclo em Barra Grande e fomos pro hotel.

Terceiro dia – tiramos para descansar mais e curtir a praia de Barra Grande. Uma praia deliciosa. Almoçamos por ali mesmo e para fechar o dia com chave de ouro (de novo!) assistimos ao pôr do sol na Ponta do Mutá. É um espetáculo para o público em geral e é grátis!

Dá para fazer algo a pé na Península de Maraú? 

Se você se hospeda em Barra Grande, dá para ver o pôr do sol na Ponta do Mutá e ir
até Taipu de Fora pela praia, o que depende da disposição e resistência
física da pessoa. O resto, só com quadriciclo ou carro.


Boa parte do planejamento fiz com base neste post Como conhecemos a Península de Maraú.

Outros passeios:
– Passeio de barco pelas Ilhas da Baía de Camamu
– Passeio até a Cachoeira de Tremenbé
– Passeio de jardineira (para quem não alugar o quadriciclo) e pode ir até a Praia de Algodões e Saquaíra

  • em Boipeba


Primeiro dia
– fizemos o famoso passeio de lancha Volta a Ilha. No dia anterior,
fomos abordados pelo Sr Quindin que ofereceu o serviço por R$ 80 cada
pessoa. Daí choramos (como sempre!), e o valor ficou em R$ 60 por
pessoa. No dia do passeio,  compramos nosso lanche e partimos pro Cais,
de onde saem as lanchas.
A
primeira parada do passeio é nas piscinas naturais de Moreré. Muito
lindo! A segunda,  na Praia dos Castelhanos, uma praia quase deserta,
com poucas barracas bem simples de palha. A terceira, na Cova da Onça
onde quase que obrigatoriamente o turista tem que almoçar nos
restaurantes indicados pelos motoristas das lanchas. Almoçamos no
restaurante Toca da Onça e pagamos R$ 45 em meia porção de moqueca. Em
sua maioria, os restaurantes não aceitam cartão de crédito.

Próxima parada foi no Bar das Ostras que e um navio com criatórios de peixes, ostras e gaiamun que são servidas na hora.

No post Passeio Volta a Ilha encontramos dicas e fotos inspiradoras deste passeio.

Segundo dia
– pela manhã andamos da Praia da Boca da Barra até a Praia da Cueira
que é uma trilha simples e fácil. Bem perto.Passamos em frente ao
teleférico da Pousada Mangabeiras e seguimos até Cueira. Almoçamos uma
moqueca de polvo deliciosa no bar do Jorge Som que fica numa esquina da
Praça e tem um precinho camarada. Voltamos para descansar na Pousada e a
noite demos uma voltinha na Praça.

Terceiro dia
acordamos mais cedo e caminhamos ate as piscina naturais de Moreré,
desta vez a maré estava baixa e permitiu fazer o trajeto. A tarde fomos
conhecer o Shopping e apreciamos o pôr do sol na Praia da Boca Barra.

Se você quiser caminhar um pouco mais, confira o post Caminhada da Praia da Cueira até Bainema.

No dia seguinte, retornamos para Salvador.

Para economizar, levamos alguns itens de sobrevivência de Salvador,
tipo: capuccino, café, leite, biscoito, patê e outros.

  • em Taipu de Fora/ Barra Grande
Em Taipu de Fora, encontramos a Lanchonete Didi Burger. E tem também os famosos Bar das Meninas e Buda, porém mais caros. Em Barra Grande, pedimos indicações boas e baratas, mas não lembro os nomes.

  •  em Boipeba
Restaurante Cavalo Marinho
Restaurante Jorge Som

  • pesquisar muito antes de ir;
  • pechinchar na hora de contratar os serviços; 
  • ter paciência em relação ao deslocamento de uma cidade para outra usando transporte público e sair cedo;
  • reconhecer sua limitação financeira e saber que não dá para fazer todos os passeios que são oferecidos nos lugares;
  • conversar com os moradores e perguntar onde eles comem ou onde tem coisas baratas;
  • leve seu snorkel e máscara de mergulho;
  • escolher a baixa estação faz toda diferença, se fizéssemos este roteiro na alta, com certeza gastaríamos o triplo. Na alta estação, o aluguel do quadriciclo pode custar R$220.

Vamos fazer as contas?
Passagem do Ferry: R$ 20 (ida/ volta para 2 pessoas)
Passagem do ônibus para Camamu: R$ 68 (2 pessoas)
Passagem da lancha para Barra Grande: R$ 60 (ida/ volta para 2 pessoas)
4 diárias em hotel em Barra Grande: R$450
Aluguel quadriciclo: R$80
Alimentação em 4 dias em Barra Grande: por volta de R$200
Passagem ônibus para Taperoá:por volta de R$40 para 2 pessoas
Expresso Boipeba: R$ 60 para 2 pessoas
3 diárias em Boipeba: R$270
Passeio Volta a Ilha:R$120 para 2 pessoas
Alimentação 4 dias em Boipeba: por volta de R$200
Expresso Boipeba para Valença: R$ 68 para 2 pessoas
Passagem para Salvador saindo de Valença: R$ 50 para duas pessoas
Total:  R$1.686 gasto estimado para duas pessoas.
Valores para 2017.

Para você que quer conhecer mais da Bahia:
Siga o Vaneza com Z em:
O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com uma das empresas/ serviços citados no texto.

Comments

    1. Olá Maíra!

      Sem pestanejar, escolho Boipeba.
      Para mim, o lugar mais lindo da Bahia depois da Chapada Diamantina.

      Boipeba é linda, barata e simples de conhecer. O passeio mais caro te custará 60-80 reais.
      E o passeio mais interessante é grátis: caminhar da praia da cueira até bainema.

      As piscinas naturais estão a alguns metros da beira do mar.
      E você pode repetir essa caminhada sem problemas.

      Te desejo uma boa viagem!

  1. Gostaria de saber, estando de carro, como ir de barra grande à boipeba? ja tenho marcado 4 dias em barra grande no final do ano e gostaria de estender mais duas diárias para conhecer a ilha de boipeba. sairei de MG de carro (2 casais).

    Alguma orientação?

    1. Olá Anne,

      Vindo do sul pela BR 101, você entra em Ilhéus. Sobe pela BA 001 e vai para Barra Grande pela BR 030 que é uma estrada de terra. Veja com sua pousada se a estrada está boa para tráfego.

      Depois você sai de Barra Grande seguindo pela BA 001 e escolhe deixar o carro em: Cairu, Cais da Graciosa ou Torrinhas. O trajeto para Torrinhas é por estrada de terra. Estacionar em Cairu é grátis. E o Cais da Graciosa fica na beira da BA 001 e junto ao local que sai as lanchas para Boipeba. Não há necessidade de ir para Valença.

      Boa viagem e obrigada pela visita ao blog!

  2. Boa noite.
    Peço que na medida do possível me informe como vocês foram de Barra Grande para Boipeba. É algo que pretendo fazer com meu marido e estou pesquisando informações. Costumamos usar transfer, táxi etc (não dirigimos carro). Qual a melhor maneira, mais confortável de irmos (de Barra Grande) até lá e nos hospedarmos (quem sabe por 10 dias).
    Muitíssimo Obrigada.
    Felicidades.
    Angela.

    1. Olá Angela,

      Não tem muita dificuldade não.

      De Barra Grande você vai até Camamu de lancha. Daí, em Camamu você vai pegar o ônibus da Cidade Sol ou Camurujipe até o Cais da Graciosa. No cais da Graciosa, você pega uma lancha para Boipeba.

      Não tem dificuldade não. Vocês precisam ter apenas atenção pra descer exatamente no Cais da Graciosa em Taperoá. O ponto de ônibus fica no Cais e ali vocês esperam a lancha que vai pra Boipeba.Minha irmã e meu cunhado desceram no lugar errado e tiveram que pegar o Expresso Boipeba. Mas vocês não vão errar não.

      Qualquer coisa, procure Del ou Mari no estacionamento da Graciosa (mesmo sem vocês terem carro), eles podem ajudar caso vocês necessitem.

      Desejo uma boa viagem, obrigada por visitar o blog e qualquer coisa, pode chamar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *