Sabores argentinos – Minha lista afetiva

0
121
sabores argentinos

Minha lista afetiva dos sabores argentinos é uma jornada gastronômica e tentativa de catalogar de modo simples o que emocionou meu estômago e coração pelas ruas acolhedoras de Buenos Aires.

Sem dúvidas, Buenos Aires é uma cidade que pulsa e promete sabores ricos e experiências culinárias inesquecíveis. Deste modo, esta é uma lista afetiva, uma compilação de emoções expressas em cada mordida, em cada aroma que dançava pelos pratos e restaurantes.

Mencionarei os doces, as empanadas, as parrillas e otras cositas más … Um aviso: pouco farei recomendações de locais para comer, pois o que observei em Buenos Aires é que sempre você encontrará pelo caminho do seu roteiro um local bacana.

sabores argentinos

Claro, temos os restaurantes mais indicados. No entanto, o que reforço é que tem muita coisa legal fora das listas de blogs e que você topa em cada esquina de Buenos Aires e o melhor: por um preço mais em conta.

Cada pedaço de churro era uma poesia para o paladar. Não havia como não se encantar com a suavidade do churro, uma criação divina que se tornava ainda mais irresistível quando mesclada com a doçura do doce de leite. Que invenção! Provei da marca El Topo que é bem recomendada pelos argentinos e viajantes e possui tiendas em vários pontos da cidade.

sabores argentinos
churros

E que dizer dos pastelitos, tão delicados que pareciam obras de arte comestíveis?

sabores argentinos

Mas os insuperáveis são os alfajores … Meu Deus!

Li uma lista dos melhores alfajores de Buenos Aires e sabia que não ia provar nem a metade. Mas fiquei de olho no que estava sendo ofertado nos mercados e casas de doces. Tive a brilhante ideia de entrar no supermercado atacadista chamado Potigian e para a minha alegria comprei uma caixa com 24 unidades do alfajor Jorgito (um dos melhores de BA) por 5 mil pesos mais barato que nas lojas de doces.

Assim, aproveito para lhe fazer uma recomendação, se você quer trazer alfajor para presentear ou ter um estoque pessoal (rsrs), escolha uma ou duas marcas e compre a caixa em locais que vendem no atacado (mayorista).

Saímos dos doces e entramos em sabores argentinos salgados. Daí, menciono as empanadas e começo a salivar. Sério! Esta da foto abaixo provei no Mercado San Telmo (recomendadíssimo, vale a pena).

sabores argentinos

São vários recheios. Uma amiga me apresentou a empanada de mondongo do El Hornero (também no Mercado San Telmo), ou seja, empanada de fato de porco. Sim! E acredite: deliciosa!

sabores argentinos

sabores argentinos

Para acompanhar as empanadas, você quer o quê para beber? É óbvio que uma cerveja argentina. Mas se for um bom vinho, não recuso.

As cervejas argentinas merecem um capítulo (ou post) a parte, pois a tradição cervejeira conta a história do país de norte a sul. Das três abaixo, me gustó mucho a Salta. Leve e saborosa. Mas a queridinha dos argentinos é a Quilmes que hoje faz parte do grupo Ambev e pode ser encontrada aqui em Salvador, por exemplo.

sabores argentinos

Não posso deixar de falar das milanesas. Eu não sabia serem sabores argentinos tão tradicionais e, DE-LI-CI-O-SAS. Para acompanhar, um bom vinho Portillo. E o local que escolhi é emblemático: o Café de Los Angelitos. Pertinho da hospedagem. As milanesas podem ser de frango ou carne. Prefiro a de carne e do tipo napolitana, ou seja, com bastante queijo.

Um minuto de silêncio para essa maravilha:

sabores argentinos

sabores argentinos

sabores argentinos

Mas a verdadeira epopeia dos sabores argentinos encontrava seu clímax nas parrillas, um espetáculo de carnes suculentas e aromas tentadores.

sabores argentinos

Parrilla é o churrasco argentino e os cortes de carne é chamado de asado. O churrasco argentino é preparado de um modo diferente do nosso, pois as carnes não são colocadas sobre a brasa, e sim, ao lado para a carne assar com o calor do fogo.

Além disso, os nomes dos cortes de carne são diferentes – lá, por exemplo, não existe o nome picanha – e os mais pedidos são: bife ancho (ponta do contra filé), ojo de bife (miolo do contrafilé), vacío (fraldinha), tapa de quadril (picanha) e asado de tira (costela). Não fica de fora o chorizo (linguiça) e a morcilla (linguiça com sangue de boi).

Na parrilla é servido vários cortes de carne, bem como as “achura“, ou seja, os miúdos do boi, tais como: “chinchulines” (intestino delgado), mollejas (uma glândula que fica no pescoço do boi) e riñones (rins).

Onde comer uma boa parrilla em Buenos Aires? Sugiro que você visite o Mercado de San Telmo. Lá com certeza você encontrará algo bem recomendado.

sabores argentinos

Mas tive a felicidade de ser apresentada a parrilla argentina por um casal de amigos que me levaram ao restaurante Antigua Tasca de los Cuchilleiros que fica em San Telmo. O restaurante é lindo e faz parte da história de Buenos Aires. Vale muito conhecer!

sabores argentinos
Antigua Tasca de Los Cucchilleiros
sbaores argentinos
parrilla … essa linguiça preta é a morcilla, eu não como.

Bom, estes foram os sabores argetinos que pude conhecer/provar da gastronomia portenha. Pouco importa a quantidade, pois o que realmente vale é a intensidade das experiências vividas, os sorrisos trocados em torno de uma mesa farta e a promessa de novas aventuras culinárias que me aguardam em uma próxima viagem a Buenos Aires.

Posts da série dessa viagem pela Argentina e Uruguay:

Qual moeda levar para Argentina e Uruguay
Livraria Grand Splendid El Ateneo
Museu de Arte Popular José Hernandez
Museu de Arte Latino-Americana MALBA
Rosedal de Palermo em Buenos Aires
Cemitério La Recoleta em Buenos Aires
Praça de Mayo em Buenos Aires

Siga o blog Vaneza com Z nas redes sociais: InstagramFacebook, PinterestYoutube

Quer se hospedar no Recôncavo Baiano com tranquilidade e conforto? Conheça a Casa do Recôncavo .

Deixe seu comentário:

Por favor, comente!
Coloque seu nome