Este é mais um post do nosso roteiro que começa em Salvador e vai até a Foz do Rios São Francisco, e o melhor é que custa pouco e as paisagens são deslumbrantes. Vamos conhecer os principais pontos turísticos desta cidade alagoana chamada Piranhas que fica as margens do Rio São Francisco e é Patrimônio Histórico Nacional.


Como Chegar em Piranhas

  • saindo de Maceió

carro – rodovia AL 220 via Arapiraca e o trajeto leva 4:30h.
  • saindo de Aracaju 

carro – rodovia BR 235 e SE 230 via Monte Alegre de Sergipe. O trajeto leva entorno de 3:30h.
ônibus – empresa Rota Transporte leva até Canindé e de lá seguir em transporte alternativo ou táxi.
  • saindo de Salvador

carro – rodovia BR 110 via Paulo Afonso, ou BA 099 e BR 101 via Canindé do São Francisco. O trajeto leva entorno de 7:30h.
Segue abaixo o mapa com todos os roteiros. Basta baixar em seu celular e seguir:

Onde Ficar em Piranhas (AL)

Para uma boa escolha de localização, saiba que Piranhas possui a parte alta e parte baixa. Na parte alta fica todo o comércio: padarias, lanchonetes, supermercados, material de construção, farmácias e etc. Na parte baixa, na beira rio não tem nada disso. Acredite, nada! Assim, se você quer economizar e ficar numa casa, é preferível ficar na parte alta da cidade, mesmo sem a vista pro Rio, pois na parte alta, como eu disse, é onde tem tudo.
Se você quer as comodidades de hotel com vista pro Rio, pode escolher uma das hospedagens na parte intermediária de Piranhas. E se você quer ficar no burburinho, pode escolher o Centro Histórico.
Nós escolhemos o Chalé Pitaya que é simplesmente maravilhoso e aconchegante. As fotos do Booking condiz com a realidade. Excelente custo benefício em Piranhas. Localizado no alojamento da Chesf, na parte alta, fica próximo ao Mirante da Chesf que proporciona uma belíssima vista da cidade, bem na frente do IFAL (Instituto Federal de Alagoas). A noite, o local é um pouco escuro, mas nada perigoso, em momento nenhum nos sentimos inseguros.
A hospedagem é administrada por Èlida e Rafael, embora não conhecemos eles pessoalmente, tudo foi explicado pelo Whatsapp e ocorreu super bem. Bem pertinho tem restaurante, padaria e supermercado. Antes de sair pro passeio pela manhã, tome seu café na parte alta da cidade, pois no Centro Histórico não tem nenhuma padaria.

mirante da chesf
mirante da Chesf

Onde comer em Piranhas

  • Bares da orla – de frente pro rio há vários locais para comer. Vimos durante o dia assim não sabemos como é a noite, mas parece ser bem legal.
  • Bares e restaurantes do Centro Histórico – um local muito acolhedor e agradável. Som ao vivo com MPB, o som não é alto. Aos sábados acontece apresentação de xaxado.
  • Na parte alta da cidade, tem uma rua, esquina do supermercado, com padaria, restaurante, açaiteria, hamburgueria, choperia, tudo um do ladinho do outro e é super perto do Chalé Pitaya. A noite tomamos café nesta padaria.

centro historico piranhas
Centro Histórico



História de Piranhas

O arraial de Piranhas data do século XVIII. Na região, predominaram duas famílias: os Feitosa e os Alves. A localidade era, a princípio, conhecida como “Tapera”. Com o passar do tempo, ao longo de casas e prédios espalhados, o nome “Piranhas” foi se estendendo desde o riacho até a povoação.
O estabelecimento da navegação a vapor, em agosto de 1867, fazendo o percurso Penedo-Piranhas, veio dar novo impulso ao município. Entretanto, o maior fator de desenvolvimento deve-se à construção da estrada de ferro Paulo Afonso, em 1881, fazendo o percurso de Piranhas à Jatobá, no estado de Pernambuco.
O distrito de Piranhas foi criado pela lei provincial nº 964, de 20 de julho de 1885 e elevado à categoria de vila em 3 de junho de 1887 pela lei provincial nº 996, sendo então desmembrado do município de Pão de Açúcar.
Em 17 de outubro de 1939, o município passou a denominar-se Marechal Floriano, pelo decreto-lei federal nº 1686, voltando à antiga denominação (Piranhas) em 17 de setembro de 1949, pela lei nº 1473.
Piranhas ficou nacionalmente conhecida por conta do cangaço. Sediou um combate épico entre um de seus moradores, Seu Chiquinho Rodrigues e um dos bandos de Lampião. Mas disso falaremos em outro post sobre o passeio da Rota do Cangaço.

Centro Histórico de Piranhas

A bela cidade de Piranhas é a única do semiárido nordestino tombada pelo patrimônio histórico nacional (IPHAN). De fato, ele tá lá bem cuidado e gracioso.

patrimonio cultural

Posto de Informações Turísticas
É o primeiro lugar que você deve visitar e pegar algumas dicas dos passeios. Se for uma senhora que estiver lá, você vai receber uma atenção especial. Fomos pela manhã e tinha um jovem sem disposição para atender e conversar. Não há mapas da cidade e nenhum panfleto informativo.

torre do relogio
Torre do Relógio

museu do sertão piranhas
Museu do Sertão

Centro Histórico, a noite tudo fica diferente

Museu do Sertão
O Museu do Sertão é um pequeno museu na cidade de Piranhas que abriga um acervo que reconta a história da própria cidade onde ele está sediado, bem como a história do cangaço. O valor da entrada é de dois reais.

museu do sertão

museu do sertao piranhas

Apesar de ser pequeno, é muito significativo pois nos ajuda a entender um pouco mais acerca do cangaço, seus representantes e a formação da cidade de Piranhas. A arquitetura do museu chama atenção no Centro Histórico. 
Centro de Artesanato
Fica em frente ao Museu e possui uma variedade de produtos de madeira, tecido, reciclados e outros. Vale conferir e observar o trabalho de mãos habilidosas. Ah, não deixe de provar um geladão de batata doce.

centro artesanato piranhas
Centro Artesanato

Mirante Secular e o Mirante do Senhor do Bonfim
Proporciona uma vista belíssima de Piranhas. É uma escadaria enorme e possui um restaurante chamado Flor de Cactus. Não fomos porque eram muitos degraus pra subir, rsrs.
mirante senhor do bonfim piranhas
Mirante Senhor do Bonfim

mirante secular piranhas
Mirante Secular e o Restaurante Flor de Lótus


Passeios a partir de Piranhas

  • Usina de Xingó

Esta é a maior usina da CHESF e é aberta a visitação.

  • Cânion do Xingó

Fiz um post explicando tudinho, clique aqui para ler.

  • Rota do Cangaço incluindo Entremontes

Será nosso próximo post. As agências que vendem este passeio ficam no cais de Piranhas e há um detalhe que deve ser observado: a rota verdadeira é feita através do Restaurante Angicos numa trilha de 600 e poucos metros. A trilha que fizemos foi com a agência MF Tur, através do Restaurante Eco Park, num percurso de 1200 metros e foi maravilhoso! O povoado de Entremontes é conhecido como capital do bordado redendê.

Agências de turismo

Piranhas
MF Turismo – (79) 99972-1320
Candeeiros Tur – (82) 98838-3509
Pioneiro Tur – (82) 98174-6206
Paulo Afonso
Confira site da Prefeitura de Paulo Afonso que lista várias empresas.
Aracaju

  • de Salvador até Caraíva de carro: Itacaré, Canavieiras, Porto Seguro, Arraial d’Ajuda.
  • de Salvador até Recife descendo pelo Litoral de carro: Maragogi, Barra do Santo Antônio, Maceió, Aracaju.
  • de Salvador até Sertão Baiano de carro: Caldas do Jorro, Euclides da Cunha, Canudos
  • de Salvador à Chapada Diamantina de carro: Ibicoara . Lençóis, Palmeiras, Mucugê, etc.
  • de Salvador ao Oeste da Bahia: Ibotirama, Barra, Xique Xique e Morro do Chapéu
  • de Salvador à Foz do Rio São Francisco: Paulo Afonso, Piranhas, Penedo, Piaçabuçu e Aracaju;


  • Siga o Vaneza com Z em:
    O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com uma das empresas/ serviços citados no texto.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *