Museu do Recolhimento dos Humildes em Santo Amaro da Purificação

0
560
museu do recolhimento santo amaro

O Museu do Recolhimento dos Humildes em Santo Amaro da Purificação é  um espaço  que conta a produção da arte sacra e a educação feminina nos séculos XVIII e XIX.

Museu do Recolhimento  – onde fica

O museu fica em Santo Amaro da Purificação,  Bahia, Recôncavo Baiano.  São 80km de Salvador até  lá  e gasta se 1:10h de carro. Mas você pode ir de ônibus com as empresas Cidade Sol e Jauá.

Ao chegar em Santo Amaro observe a sinalização da Rota de Pedestre que inclui  o Museu do Recolhimento que fica ao lado do Convento dos Humildes.

Santo Amaro da Purificação foi a primeira cidade do Brasil a ter um Recolhimento.

Museu do Recolhimento dos Humildes

Museu do Recolhimento  – acervo

Mas antes de se tornar um museu , o espaço era um convento onde meninas órfãs, escravas, viúvas e filhas de senhores de engenho ficavam Sob a guarda do clérigo.

Em 1808 o padre Inácio solicitou aprovação do Recolhimento, o que só foi aceito por dom João vi em 1817.  Então, em junho de 1980, o convento passou a abrigar o Museu do Recolhimento dos Humildes.

Tudo que as reclusas produziam faz parte do acervo do Museu, a saber, baús, imagens, pratarias, opalinas e etc.

Museu do Recolhimento dos Humildes

Museu do Recolhimento dos Humildes

Todo esse saber, de origem portuguesa, era transmitido as educandas. Além do artesanato, havia a produção de doces e sequilhos, que eram a fonte de renda da congregação e ate hoje são vendidos ao lado do Museu.

Museu do Recolhimento dos Humildes

Em seu Recolhimento,  as feiras faziam as maquinetas que são representações religiosas em papel, mas originalmente una atividade masculina.

Assim, o que é um Recolhimento?

Os conventos e recolhimentos caracterizavam-se como dois tipos de instituições católicas para a educação feminina presentes no período colonial brasileiro.

Quais os 4 tipos de Recolhimentos?

1- “para meninas”, que recebiam índias, órfãs ou aquelas separadas da família por algum motivo, até a idade do casamento;
2- “para moças ou mulheres decaídas”, aquelas rejeitadas pela sociedade e arrependidas, também chamadas de “madalenas”;
3- “para mulheres desejosas de uma vida na oração e na penitencia”, viúvas ou abandonadas pelos maridos que não portavam hábito religioso, nem seguiam regra ou clausura;
4- finalmente, as “mulheres destinadas à vida monástica”, que se organizavam nos moldes conventuais, com clausura, hábito religioso e seguiam uma determinada regra

Fonte: (AZZI; RESENDE, 1983, p. 30-31).

Arquitetura

Uma das características mais marcantes do museu é o uso de azulejos portugueses, inseridos por volta do ano de 1841. Presença marcante também da arte mourisca, encontrada no adro com o uso de seixos, nos dois claustros, no altar de Santo Antonio, com fragmentos de azulejos e porcelanas, formando um mosaico, e nos
coruchéus até a torre sineira.

Museu do Recolhimento dos Humildes

O que se percebe no funcionamento dos Recolhimentos?

“o controle da Igreja com relação à educação feminina … Tal controle passa tanto pelas mãos do mundo masculino, aquele que domina a Igreja como especialmente pela noção de educação que se quer para essas mulheres. ”

Confira no canal Vaneza com Z no YouTube, detalhes do Museu:

VEJA TAMBÉM 

Artigo – Dos Conventos e Recolhimentos aos Colégios de Freiras, de Ana Cristina Lage

Museu de Castro Alves no Parque Histórico de Cabaceiras

Cachoeira Escada do Sino em Sao Francisco do Paraguacu

Siga o blog Vaneza com Z nas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e Youtube

Quer se hospedar no Recôncavo Baiano com tranquilidade e conforto? Conheça a Casa do Recôncavo .

Deixe seu comentário:

Por favor, comente!
Coloque seu nome